Guia dos primeiros passos para um pequeno empreendedor

Guia dos primeiros passos para um pequeno empreendedor
4.9 (98.5%) 40 votes

Você quer ser um pequeno empreendedor de sucesso? Vamos compartilhar um passo-a-passo que vai te ajudar a conquistar os resultados esperados

Você quer se tornar um pequeno empreendedor, mas não sabe por onde começar? Hoje, vamos ajudá-lo a dar os primeiros passos.

No Brasil, existem 6,4 milhões de estabelecimentos. Desse total, 99% são micro e pequenas empresas, que correspondem ainda por 52% dos empregos formais do país.

Quando você considera alguns dos motivos mais populares para começar um negócio, incluindo ter uma ideia única, uma carreira flexível, trabalhar de forma independente, não é de se admirar que esse número cresça.

Mas, nem todas as pequenas empresas estão se posicionando para o sucesso.

De fato, apenas cerca de 1/3 das empresas com funcionários sobrevivem pelo menos 2 anos e cerca de metade das empresas fecham antes dos 5 primeiros anos completos.

Resumindo, você pode enfrentar um verdadeiro desafio ao decidir mergulhar de cabeça em um pequeno negócio.

Hoje, trazemos para você 9 etapas necessárias para iniciar um negócio com sucesso.

Dê um passo de cada vez e você estará no caminho para fazer sucesso como pequeno empreendedor.

Etapa #1: faça sua pesquisa

Provavelmente você já tenha uma ideia de negócio, agora é hora de equilibrá-la com um pouco de realidade.

Sua ideia tem potencial para fazer sucesso? Você precisará executar sua ideia de negócio através de um processo de validação antes de prosseguir.

Para que uma pequena empresa seja bem-sucedida, ela deve resolver um problema, atender uma necessidade do mercado ou oferecer algo que o público deseja.

Existem várias maneiras de identificar essa necessidade, incluindo pesquisas, focus group, e até a tentativa e o erro.

Ao explorar um mercado, algumas das perguntas que você deve responder incluem:

  • necessidade de seus produtos e serviços?
  • Quem precisa disso?
  • Existem outras empresas que oferecem produtos similares no mercado?
  • Como é a concorrência?
  • Como sua empresa vai se encaixar no mercado?

Etapa #2: tenha um plano

Você precisa de um plano para tornar sua ideia realidade. Um plano de negócios é um plano que guiará seu negócio desde a fase inicial até ser estabelecido e, eventualmente, crescer.

Se você pretende procurar apoio financeiro de um investidor ou instituição financeira, um plano de negócios tradicional é obrigatório.

Esse tipo de plano é completo e possui um conjunto de informações que investidores e instituições financeiras procuram quando validam a sua ideia.

Caso contrário, se você vai começar por conta própria, não precisa de tanta informação.

Você só precisa saber, de forma clara o que você espera alcançar e o que vai fazer para que isso aconteça.

Etapa #3: planeje suas finanças

O início de uma pequena empresa não precisa exigir muito dinheiro, mas envolve algum investimento inicial, além da capacidade de cobrir as despesas em andamento antes de gerar lucro.

Elabore uma planilha que calcule os custos únicos de inicialização de seus negócios (licenças e autorizações, equipamentos, honorários, seguros, marketing, registro de marca, eventos, aluguel, salários e etc.).

Esses números combinados são o investimento inicial que você vai precisar.

Etapa #4: escolha, e registre, o nome da sua empresa

O nome da sua empresa tem um grande papel, inclusive nos seus resultados. Por isso, você quer que ele seja bom.

Lembre-se de todas as possíveis implicações ao explorar suas opções e escolher o nome da sua empresa.

Depois de escolher um nome para seu negócio, você precisará ver se esse nome já está registrado ou em uso no momento.

Feito isso, você deve registrá-lo.

Na hora de escolher o nome da sua empresa, procure ainda, no Registro.br, se o domínio está disponível para registro. Você não quer ter um negócio sem site, não é mesmo?

Etapa #5: localização

O local onde o seu negócio vai funcionar é importante.

Independente de ter seu escritório na sua casa, em um coworking, ou ainda, em um escritório próprio, é importante que você escolha de onde vai trabalhar.

Dependendo da modalidade que escolher, você ainda vai precisar pensar em reformas, compras de materiais e mobília.

Etapa #6: contadores e licenças

Agora que você já definiu o nome da sua empresa e de onde ela irá operar, chegamos na parte burocrática.

É nesse momento que você procura por um contador para ter informações sobre tributação, dar entrada no seu CNPJ, inscrições estaduais, municipais e formalizar a sua empresa.

O Brasil ainda é um país onde abrir uma empresa e receber todas as autorizações para coloca-la em pleno funcionamento pode ser demorado.

Por isso, é importante que você trabalhe com um bom contador, para que ele te informe prazos realistas e agilize o máximo possível toda a burocracia para legalizar seu negócio.

Etapa #7: prepare sua equipe

Se você vai contratar funcionários, chegou a hora! Reserve tempo para desenhar os cargos que você precisa preencher e as atribuições de cada um deles.

Se você vai começar sozinho, pode não precisar de funcionários ou prestadores de serviços, mas ainda precisará de um time de suporte.

Esse time pode ser composto por um mentor, consultor ou até um familiar em que você confia para aconselhá-lo, mantê-lo motivado e focado quando você tiver problemas.

Etapa #8: promova sua empresa

Depois que sua empresa estiver em funcionamento, você precisará de clientes.

Você pode começar criando uma proposta de vendas e um plano de marketing.

Em seguida, explore ideias de marketing para pequenas empresas, para saber como promover seu negócio com a máxima eficiência.

Etapa #9: saiba onde buscar recursos emergenciais

Recursos emergenciais podem ser úteis para dar uma injeção de dinheiro no seu caixa, quando você precisar.

Um ótimo recurso emergencial é a antecipação de recebíveis.

Com ela, sem se endividar, você pode antecipar os valores que receberia a prazo para recebe-los à vista, pagando uma pequena taxa por isso.

Se você quer saber mais, acesse o site da Rapidoo e descubra como isso é possível.

Pronto! Você já está preparado para ser um pequeno empreendedor de sucesso.

Hoje, compartilhamos com você nesse guia, os passos necessários para ser um pequeno empreendedor e colocar a sua empresa para rodar.

De forma simples e descomplicada, nosso objetivo foi ajudar você a planejar e dar vida ao seu negócio.

Apesar de ser uma trajetória complexa, nosso intuito é permitir que você comece com o pé direito e elimine qualquer obstáculo que impeça o seu sucesso.

Com nosso guia, você já sabe o que precisa fazer em cada etapa e está preparado para seguir até o fim.

Esperamos que essas informações sejam úteis para você e ajudem-no a ser um pequeno empreendedor de sucesso.

Enrico Cardoso Guia dos primeiros passos para um pequeno empreendedor