5 cuidados imprescindíveis com os juros ao pegar um empréstimo

5 cuidados imprescindíveis com os juros ao pegar um empréstimo
5 (100%) 13 votes

Entre as várias opções de linhas, o empréstimo é uma alternativa que merece atenção. Porém, os cuidados com os juros desse tipo de crédito devem ser dobrados para não afetar a sua organização financeira.

Neste texto, você vai saber quais são os cuidados na hora de solicitar um empréstimo. Confira!

Por que é importante se preparar para um empréstimo?

Ao passar pela difícil etapa de análise e ouvir que o seu pedido foi aprovado, o empresário pode achar que seu trabalho está feito.

Porém, esse não é o fim, por mais certo que ele possa estar a respeito do empréstimo. Solicitá-lo sem analisar os custos posteriores pode ser fatal para a saúde financeira da empresa.

É preciso entender que além dos juros, há taxas de manutenção do crédito que fazem diferença no custo final da concessão.

Por isso, é importante que para essa transação ser um sucesso, o empresário tenha uma rentabilidade maior do que a taxa que pagará ao banco.

Visto isso, vamos entender agora quais são os principais cuidados com os juros. Veja!

Quais os cuidados com os juros do empréstimo?

1. Analise o tipo de juros

Existem dois tipos de juros: remuneratórios e moratórios. O primeiro está relacionado com o rendimento que o credor terá em relação ao que é pago pelo devedor.

Ou seja, a instituição financeira decide qual será o valor da taxa que estará no contrato. Para chegar ao seu valor, o banco mede-a por meio de um percentual em um determinado tempo. Exemplo, 10% ao mês.

Em alguns casos pode haver capitalização composta (juros sobre juros), no qual o percentual dos juros vai acumulando a cada período.

Por exemplo, se a taxa é 5% de uma quantia X, no próximo mês os juros ficarão 5% + 5% da quantia X e assim progressivamente.

Já o segundo trata-se do valor que o banco estipula em caso de atrasos no pagamento das parcelas.

Esses juros são conhecidos como juros de mora e são definidos no momento da criação do contrato. Seu valor geralmente é em torno de 1% ao mês e por dia de atraso valem 0,0333%.

2. Avalie a forma que ele é cobrado

Os juros podem ser cobrados de duas formas. Primeiro com um percentual fixo, no qual o seu valor não muda durante o período ou de forma flutuante.

Na segunda situação, sofrem influência de algum indicador financeiro, como a taxa Selic, por exemplo. Sendo assim, o cliente não tem como saber o valor da parcela do mês.

Apesar da falta de referência, esse tipo de taxa traz alguns benefícios em relação ao empréstimo, tornando-o mais barato. Contudo, a inconstância do valor do índice pode encarecer a parcela em determinados períodos de tempo.

3. Cuidado com as taxas extras

As tarifas extras costumam passar desapercebidas quando você tem pressa em receber o empréstimo, mas elas merecem tanta atenção quanto os juros.

Taxas como de abertura de crédito, transferência, tributos, entre outras não são explícitas no contrato, mas são somadas e aparecem como custo efetivo total da operação (CET).

Fique atento a esses dados quando for avaliar o seu empréstimo.

4. Use e abuse das simulações

Aqui, vamos destacar a importância das simulações e como elas podem te ajudar para que você tenha uma noção de como as parcelas ficarão acrescidas de juros.

Você pode entrar em contato com diferentes instituições e pedir para fazer uma simulação sem compromisso. Além disso, existem diversos sites que possuem simuladores de empréstimo, então não hesite em usá-los antes de escolher uma proposta.

Inclusive, aqui na própria Rapidoo você encontra um sistema com total transparência para te ajudar nesse quesito, caso esteja interessado em desconto de duplicatas.

5. Cuidado com o valor dos juros

Mesmo que as instituições tenham o poder de decidir o valor dos juros, isso não significa que não haja regras.

Uma boa forma de se antecipar é pesquisando as taxas oferecidas pelas instituições e comparando com a média do mercado. O site do Banco Central tem uma área com os juros de cada instituição, vale a pena dar uma olhada antes de aceitar a proposta.

Bem, esperamos que com essas dicas você esteja preparado para pedir um empréstimo. Quer continuar informado? Dê uma olhada em nosso texto sobre capital de giro. Acesse aqui

rapidoo 5 cuidados imprescindíveis com os juros ao pegar um empréstimo