Como calcular a taxa de uma factoring?

Como calcular a taxa de uma factoring?
5 (100%) 30 votes

Você sabe como calcular a taxa de uma factoring? Hoje, vamos ajudar você a chegar nesse número exato

Responda rápido: você sabe como calcular a taxa de uma factoring?

Se você já consultou alguma factoring com a ideia de antecipar recebíveis, provavelmente pode ter se embaralhado nos custos finais.

Se essa afirmação faz sentido para você, fique tranquilo!

Nossa missão hoje é desvendar o mundo das factorings e ajudar você a saber exatamente o quanto vai pagar para adiantar seus pagamentos.

Quando você vai antecipar seus recebíveis em um factoring, normalmente você se depara com uma “taxa de fator”, mas ela, muitas vezes, é diferente da taxa final cobrada pela factoring.

Há muitos índices que entram na taxa de uma factoring, e se você usa uma factoring frequentemente para antecipar recebíveis é crucial entender como isso funciona.

Algumas empresas incluem TAC (taxa de abertura de crédito), Custo de Borderô (taxa cobrada por operação), IOF (imposto sobre operações financeiras), consultas (Serasa, BoaVista e etc.), tarifa por título, custo por boleto e muitos outros valores em suas taxas.

São muitos detalhes dentro da taxa de uma factoring. E muitos deles, acabam sendo omitidos do empresário que precisa adiantar seus recebíveis.

E, como muitas vezes, a necessidade da antecipação é real, deixamos passar esses pequenos detalhes, que nem sempre são tão pequenos assim.

Hoje, vamos desvendar para você como calcular a taxa de uma factoring e mostrar como escolher o melhor custo para o seu negócio.

 

Você gostaria de gerenciar melhor os recebíveis da sua empresa?

Tenha melhor controle na gestão das suas contas à receber, saiba exatamente a data que seus clientes irão lhe pagar através do calendário de recebíveis. Utilize a antecipação de recebíveis para incrementar o fluxo de caixa da sua empresa.

Cadastro Gratuito

Entendendo por dentro da taxa de uma factoring

O primeiro índice de uma taxa de factoring é a “taxa de fator”. Geralmente ela é calculada tendo como base o Fator ANFAC.

O Fator ANFAC é um indicador publicado diariamente pela ANFAC – Associação Nacional de Fomento Comercial e Factoring, sinalizando o preço de referência da compra de créditos para o mercado de fomento mercantil.

A composição do fator (referência de preço pelo qual são adquiridos os direitos creditórios originados de vendas) leva em consideração os seguintes itens:

  1. Custo – oportunidade do capital próprio.
  2. Custos fixos.
  3. Custos variáveis.
  4. Impostos operacionais.
  5. Despesas de cobrança.
  6. Expectativa de risco/lucro.

No jargão do factoring, em geral, diz-se que o fator representa a precificação da compra de créditos e nele estão computados todos os itens de custeio de uma empresa de fomento mercantil.

Na composição do cálculo do fator, a ANFAC utiliza como indicativo do custo – oportunidade, a taxa do CDB (certificado de depósito bancário).

Atualmente, (dados de 20/04/2018) a taxa do fator ANFAC (média dos últimos 30 dias úteis) é de 4,25%, tendo como média alta 4,31% e média baixa 4,18%, com um Ad valorem de 0,81%.

Aqui, cabe ressaltar também a definição de Ad valorem, que é a modalidade de cobrança pela prestação de serviços através da incidência de um percentual sobre o valor dos títulos negociados.

Normalmente, o Ad valorem e a taxa de fator são as primeiras taxas que uma factoring cobra pelos seus serviços.

O que mais pode ser cobrado na taxa de uma factoring?

Agora, você já conheceu um pouco mais sobre a taxa de fator e do Ad valorem.

Como você pode perceber, a taxa de fator leva em consideração os custos, riscos e oportunidades de ganho com a antecipação de recebíveis.

O Ad valorem (do latim, conforme o valor) é um adicional de serviço, utilizado para custear o serviço de uma factoring e servir de base para cálculos tributários.

As razões pelas quais se aplica o Ad valorem são variadas, podendo estar relacionadas ao imposto sobre a renda, sobre a venda, sobre o seguro, e etc.

No caso da factoring, o Ad valorem incide sobre o valor de face do título, ou seja, independentemente do prazo do título comprado, a factoring cobra a taxa Ad valorem que é um percentual do título (hoje, de 0,81%).

Mas, não é só isso que incide na taxa de uma factoring. Algumas factorings, podem ainda cobrar por:

  1. TAC (taxa de abertura de crédito) ou CDB (custo de borderô).
  2. Consultas (Serasa, SPC, BoaVista, dentre outros).
  3. Tarifa por título antecipado.
  4. Taxa de compensação (as factorings colocam mais dias de prazo no título para cobrir o prazo o prazo de compensação).
  5. Custo de boleto.
  6. Motoboy (quando é necessário esse serviço).

Como você pode perceber, não é simplesmente uma taxa de fator que compõe o preço de uma factoring.

Outros detalhes, em letras miúdas, que acabam sendo mascarados no momento da antecipação, fazem toda a diferença no valor que a sua empresa vai receber ao antecipar um título.

Como diminuir o valor pago na taxa de uma factoring?

Se, por uma lado, a factoring embute diversos custos na formação da sua taxa, a Rapidoo trabalha de forma transparente e simplificada para ajudar seus clientes.

A Rapidoo é uma factoring que utiliza tecnologia para facilitar a vida dos empresários, e trabalha com uma taxa única. De forma simples de calcular, sem letras miúdas, nem pegadinhas.

Nossa taxa é chamada de taxa-base. A taxa-base é uma taxa que a Rapidoo atribui a cada um de seus clientes.

Criamos a taxa-base para simplificar as operações de factoring. Nela, já estão inclusos todos os custos e impostos da operação.

Por isso, optamos por jogar limpo com nossos clientes e não cobrarmos mais nenhuma taxa escondida.

Digamos que você queira antecipar um título de R$ 5.000,00 com prazo de 30 dias. Você sabe quanto vai pagar para uma factoring tradicional? E para a Rapidoo?

Veja abaixo:

Taxa Rapidoo Outras Factorings*
Taxa de Fator 5,25%
(Incluso Ad valorem e IOF)
4,25%
Ad valorem 0,00% 0,81%
IOF 0,00% 0,38%
TAC R$ 0,00 até R$ 200,00
Consultas R$ 10,00
Tarifa por título antecipado R$ 4,00
Compensação (D+2) 1%
Custo de boleto R$ 4,00
Motoboy R$ 45,00
Valor líquido após Antecipação R$ 4.737,50 ~R$ 4.417,15

*Valores estimados e aproximados.
Como você pode ver, a Rapidoo veio descomplicar o serviço de factoring, criando uma estrutura mais transparente para quem precisa antecipar seus recebíveis.

A taxa de uma factoring não precisa ser uma dor de cabeça

Agora que você já sabe todos os custos embutidos na taxa de uma factoring, sabe que precisa ficar atento quando procurar opções na hora de antecipar recebíveis.

Muitas factorings acabam escondendo seus custos verdadeiros e, por conta disso clientes podem ser enganados com falsas promessas de taxas acessíveis.

Por isso, a Rapidoo criou uma taxa única, totalmente transparente para sua empresa, que permite que você saiba exatamente quanto paga, e pagar menos para antecipar seus recebíveis.

É isso que garantimos ao seu negócio: agilidade, transparência e segurança.

Assim, sabemos que você não estará preocupado com a taxa de uma factoring, porque tudo está às claras para você.

Enrico Cardoso Como calcular a taxa de uma factoring?