Entenda a taxa nominal e final no factoring

Entenda a taxa nominal e final no factoring
5 (100%) 21 votes

Você sabe o que significa taxa nominal e final no factoring? Hoje vamos te ensinar mais sobre essas taxas!

Você já ouviu falar em taxa nominal e final no factoring? Se nunca ouviu esse assunto, fique tranquilo. Você não está sozinho!

Nós já falamos por aqui uma vez sobre a taxa de uma factoring. Mas, nunca é demais complementar o assunto e desmistificar o mundo do factoring.

Apenas para contextualizar, o processo de factoring consiste na venda de seus direitos creditórios – créditos a receber – à empresa de factoring, que os compra à vista.

Dessa forma, o factoring compra seus recebíveis por um custo inferior ao custo nominal, cobrando uma taxa por essa antecipação.

E é justamente essa taxa que desperta muita curiosidade e desentendimento e que hoje, vamos explicar para que você possa entender.

E aqui surgem 2 tipos de taxa: as taxas nominal e final.

Vamos nos concentrar em explicar melhor a diferença entre essas 2 taxas. Continue conosco que vamos explicar melhor a taxa nominal e final no factoring.

Entenda, de uma vez por todas, o que é taxa nominal

Taxa nominal é aquela que possui valor de face. Imagine uma nota de 10 reais, quanto ela vale? A resposta óbvia é que uma nota de 10 reais vale 10 reais.

Mas, quando uma passagem de ônibus que custava 1 real aumenta para 2 reais os seus 10 reais não valem mais a mesma coisa, embora seu valor de face continue o mesmo.

Antes, ela pagava 10 passagens de ônibus. Agora, ela paga apenas 5 passagens. Este valor de face é o seu valor nominal.

Podemos dizer que 12% de juros ao ano em taxa nominal não são 12%, pois esta taxa tem apenas valor de face, uma vez que não será esse o valor real da taxa.

Esta taxa não é uma taxa real, pois aqui não é considerado por exemplo o valor da inflação neste período. 

Vejamos um exemplo prático!

Uma empresa de factoring adianta R$ 24.000,00 em recebíveis para um cliente para receber ao longo de 1 ano R$ 30.000,00 em recebíveis.

Porém, o cliente paga uma taxa 5% sobre o valor (R$ 1.500,00) para fins de emissão de contrato e aquisição de um seguro.

A taxa nominal é calculada apenas considerando-se o valor recebido a título de antecipação, não levando em consideração a taxa de contratação.

Temos então neste exemplo uma taxa nominal de 20% pois não são considerados os demais custos.

Agora que já compreendemos melhor a taxa nominal, vamos partir para a taxa final.

O que é a taxa final no factoring?

A taxa final, como o nome sugere, é a taxa realmente paga ou recebida. Se um investimento paga uma taxa mensal de 1%, esse valor é o valor final recebido.

A taxa final, em contrapartida, quando comparada com a taxa nominal, leva em consideração a inflação e todos os demais custos envolvidos na negociação.

Vamos repetir o exemplo acima aqui para que seja possível entender o que isso significa.

Uma empresa de factoring adianta R$ 24.000,00 em recebíveis para um cliente para receber ao longo de 1 ano R$ 30.000,00 em recebíveis.

Porém, o cliente paga uma taxa de 5% sobre o valor (R$ 1.500,00) para fins de emissão de contrato e aquisição de um seguro.

Considerando o exemplo acima, levamos em consideração que na antecipação realizada de R$ 24.000,00 ainda são pagos R$ 1.500,00 a títulos de taxas de contratação seguro, sendo liberado ao tomador do crédito apenas R$ 22.500,00.

Neste caso teríamos então uma taxa final de 25%.

A taxa final e a transparência nas transações

Como você pode ver, a taxa final, por ser a taxa real paga, deixa o processo muito mais transparente.

Muitas instituições trabalham com cálculos nominais sobre suas taxas de operação, dando a falsa sensação para o cliente de uma taxa que não é aplicada – é apenas nominal.

Por isso, você precisa ficar atento para que não seja confundido no cálculo das taxas de antecipação de recebíveis.

Na Rapidoo, prezando sempre pela transparência, adotamos a taxa final para que você saiba exatamente qual é o valor que será pago por você em uma operação financeira.

Agora que você aprendeu mais sobre taxa nominal e final no factoring, está pronto para decidir?

Explicamos para você um pouco sobre 2 modalidades de taxas utilizadas para o cálculo de juros: a taxa nominal e taxa final.

Você pode entender a grande diferença dessas taxas e ainda soube como comparar suas diferenças com exemplos práticos.

Sabendo disso, qual taxa você acredita que seja mais transparente: a nominal, que não contabiliza outros custos indiretos da operação, ou a final, que mostra a taxa real que será descontada quando você antecipar um recebível?

Certamente a taxa final, não é mesmo?! Por isso, recomendamos que você utilize sempre fornecedores que façam uso da taxa final, como é o caso da Rapidoo.

Enrico Cardoso Entenda a taxa nominal e final no factoring