Saiba como negociar com clientes e fornecedores

Saiba como negociar com clientes e fornecedores
5 (100%) 12 votes

Você quer melhorar suas habilidades para negociar com clientes e fornecedores? Hoje vamos ajudar você com isso!

Como negociar com clientes e fornecedores? Essa pergunta, certamente, passa pela cabeça de empresários diariamente.

A negociação faz parte do dia-a-dia dos negócios, independente do mercado que você esteja inserido, e até mesmo, fora dele.

Afinal, precisamos negociar com fornecedores, clientes, funcionários, filhos e muito mais. E nada melhor do que aprimorar nossas habilidades nesse sentido, não é mesmo?

Sabemos que muitos empresários acabam tendo problemas ao negociar. E, por isso, deixam de colher frutos oriundos de uma boa negociação.

Se você acredita que tem deficiências em negociação, nosso post de hoje vai ajudar você.

Ter um bom relacionamento com todos ao seu redor é de extrema importância, e você não vai se prejudicar ao desenvolver algumas habilidades de negociação.

Negociar, muitas vezes, é uma forma de arte ao mesmo tempo em que é uma ciência. E, de fato, é quase sempre uma proposta de teste se apostas importantes estiverem em jogo.

Por outro lado, negociação não precisa ser difícil. Com um pouco de instrução e muita prática, pode se tornar um exercício revigorante que gera uma economia séria de custos e benefícios adicionais.

Nossas dicas de negociação vão ajudar você no caminho para maximizar seu valor.

#1. Prepare-se

Estar preparado e informado é a maior vantagem que você pode ter em negociações com clientes e fornecedores.

Aprenda sobre o mercado o máximo possível.

Isso, vai permitir que você se antecipe às dúvidas de seus clientes, bem como saiba questionar seus fornecedores de igual para igual.

Aqui estão algumas coisas que você precisa dominar:

  1. Como seus preços se comparam aos seus concorrentes?
  2. Qual o nível de serviços que seus fornecedores oferecem aos seus concorrentes?
  3. Qual é o nível de serviço que seus concorrentes oferecem aos clientes?
  4. Como seus clientes pagam pelo seu serviço?
  5. Como os seus concorrentes pagam seus fornecedores?

A preparação para a negociação com fornecedores também inclui a definição de metas para determinar o que você quer e o que você pode aceitar dele.

#2. Diga sempre a verdade

Pegadinhas e táticas de combate, como blefes ou mentiras, podem causar mais danos do que benefícios. Isso vale para os negócios e para a vida.

Principalmente, se o cliente ou fornecedor descobre que você não está falando a verdade.

Mentir não é apenas antiético, mas pode ser algo difícil de se manter ao longo prazo.

Apesar de ser honesto, tenha cuidado para não revelar seu poder de barganha.

Não é necessário contar tudo que você sabe, mas quando você contar algo, esteja comprometido com a verdade.

#3. Mostre seu potencial

Se você está se encontrando com um fornecedor ou cliente pela primeira vez, as chances são de que ele não saiba muito sobre a sua empresa.

Comece a negociação com um breve histórico sobre o seu negócio. Explique seus planos de expansão, conquistas, diferenciais e tudo que puder mostrar quem você realmente é.

Mostre para seus clientes e fornecedores como fazer negócios com você irá os ajudar, de forma que todos saiam ganhando.

#4. Lembre-se dos incentivos

A ideia por trás de negociar com fabricantes e fornecedores é receber o melhor preço, condições de pagamento, permissões de publicidade e até mesmo exclusividade.

Por outro lado, quando você for falar com clientes, lembre-se que eles querem a mesma coisa.

De um lado, pergunte ao seu fornecedor a quais incentivos você se qualifica e deixe as negociações começarem a partir daí.

Não tenha medo de pedir aquilo que você quer.

Por outro lado, lembre-se que o seu cliente quer algo de você também. Por isso, sempre que for negociar, sente na mesa sabendo aquilo que você pode oferecer, ou até onde você pode chegar.

#5. Mencione a concorrência

Não há nenhum problema em mencionar a concorrência para seu fornecedor, nem para o seu cliente. O mercado existe e é normal que tenhamos competidores.

Da mesma forma, não há impedimentos em deixar o seu fornecedor saber que você sabe sobre uma política de preços diferenciada pelo fornecedor; nem há mal nenhum em ouvir isso de um cliente.

Ter um estudo sobre o comportamento da concorrência é importante para conseguir bons acordos com clientes e fornecedores.

#6. Encontre um caminho justo

Suas relações com clientes e fornecedores precisam ser tratadas como algo colaborativo, não como uma competição, ou conquista.

Ao negociar um bom negócio para você, esse precisa ser também um ótimo negócio para o seu cliente ou fornecedor.

#7. Negociação é mais do que preço

Às vezes, quando você está negociando por um preço menor, seu fornecedor pode não aceitar a oferta.

A boa notícia é que você ainda pode negociar outras condições além do preço, o que vai ajudar a reduzir suas despesas gerais.

Por exemplo, embora você não consiga um desconto no preço, talvez seja possível negociar a entrega mais rápida de mercadorias para sua empresa sem custo adicional.

Quanto mais cedo você tiver as mercadorias em sua loja, melhor. Como todos sabemos, tempo é dinheiro!

#8. Crie algo em que todos ganhem

Quando estiver negociando, com clientes, fornecedores, familiares e amigos, garanta que todos saiam ganhando.

Se o fornecedor ou cliente sentir que foi o único a se comprometer e abrir exceções, você vai passar a imagem de uma empresa pouco flexível.

E, obviamente, não é isso que queremos. A ideia é que todos saiam ganhando para que tenham vitórias que possam se vangloriar.

Relacionamento é crucial para negociar com clientes e fornecedores

Diferente do que se pensa, negociar é muito mais sobre relacionamento do que sobre guerra.

Não estão em jogo, por exemplo, a força e a capacidade de resistir à posição do outro, mas sim a capacidade de trazer o outro para perto de você mesmo com diferenças.

Negociar é relacionamento. Quando você está verdadeiramente interessado em se relacionar com as pessoas, você faz isso verdadeiramente, passando por cima de diferenças e encontrando um meio termo para serem felizes.

Na próxima vez que você se sentar com um cliente ou fornecedor lembre-se disso.

Tudo se resume a relacionamento, e você precisa se relacionar bem para que ambos saiam satisfeito com o resultado dessa relação.

Quando você encara as coisas por esse ângulo, a tarefa de negociar com clientes e fornecedores ficará muito mais leve.

Enrico Cardoso Saiba como negociar com clientes e fornecedores