Não deixe a greve dos caminhoneiros prejudicar o seu negócio

Não deixe a greve dos caminhoneiros prejudicar o seu negócio
4.9 (98.57%) 14 votes

A greve dos caminhoneiros chegou afetando todo o Brasil. Sabendo disso, temos algumas dicas para que você não seja prejudicado

Greve dos caminhoneiros. Esse foi o assunto do mês e, mesmo que as coisas estejam melhorando, as consequências podem ser duradouras.

Todo empresário, independente do tamanho da sua empresa, tem calafrios quando o assunto é greve.

Afinal, mesmo que não seja uma greve que afete diretamente o seu negócio, como a greve dos seus funcionários, por exemplo, greve sempre tem consequências.

Afinal, a greve do metrô, do transporte público, afeta o trajeto para o trabalho de grande parte da população.

E quando a greve em questão diminui, drasticamente, o abastecimento de insumos básicos que fazem o país funcionar, como proceder?

Aí, a coisa é bem pior.

Se você não esteve fora do país e sem acesso à comunicação nos últimos 15 dias, deve ter sentido as consequências que o planejamento da greve dos caminhoneiros, e sua efetiva paralização, tiveram em todo o país.

As filas nos postos de gasolina foram apenas a ponta do iceberg. Pequenas indústrias e cooperativas de leite, por exemplo, perderam milhões de litros dos seus produtos.

Isso, certamente, apresenta um amargo prejuízo financeiro para a saúde das empresas.

Dito isso, a pergunta é: como não deixar que as consequências da greve dos caminhoneiros prejudique (ainda mais) o seu negócio?

É justamente esse o tema do nosso artigo de hoje. Hoje, vamos ajudar você a diminuir os danos para seu negócio com a greve dos caminhoneiros.

#1. Jogue limpo com seus clientes

O compromisso com a verdade e a honestidade é o primeiro passo para a criação da credibilidade com os clientes.

Portanto, se a greve influenciou negativamente algum aspecto do seu negócio, deixe isso bem claro para todos os seus clientes.

Diga, se for o caso, que suas entregas poderão atrasar por conta da greve; que determinados produtos só poderão ser vendidos mediante consulta prévia; que o produtos do seu estoque podem estar indisponíveis, e assim por diante.

Em um momento em que todos estão tendo consequências com a greve, seu cliente vai entender se você jogar limpo e deixar claro para ele que está passando por problemas no estoque.

#2. Utilize meios alternativos de transporte

Todo e qualquer meio de transporte movido à gasolina, diesel, etanol ou derivados, foi seriamente comprometido durante a greve.

Por isso, filas em postos que tinham combustíveis para vender, preços abusivos e muitos problemas vem sendo notícia desde a semana passada.

Isso significa que, qualquer meio de transporte como carros, ônibus, vans e aviões foram afetados.

E isso criou uma grande confusão. Afinal, milhares de pessoas tiveram seus trabalhos comprometidos (representantes comerciais, empresas de transporte executivos e etc.).

Se você não utiliza o transporte como parte do seu negócio, pode contornar isso com transportes alternativos.

O que isso significa? Que você pode ir trabalhar de bicicleta, dependendo da distância pro seu trabalho e da cidade onde você vive.

Algumas cidades, São Paulo está incluída, possuem ciclovias e uma infraestrutura aceitável para que você se locomova via bicicletas.

Se você mora e trabalha perto do metrô, essa também é uma excelente opção.

O metrô é um meio de transporte limpo, acessível, rápido e que não sofreu tanto como as outras opções de transporte com a greve dos caminhoneiros. Use-o a seu favor.

Em último caso, a opção é trabalhar em home office. A greve pode ser o incentivo que faltava para que você otimizasse aquele espaço na sua casa e tirasse do papel seu projeto de home office.

Nunca é demais ter um posto de trabalho em casa. Em grandes centros comerciais, problemas constantes influenciam no trânsito, e você pode precisar trabalhar e se conectar de casa.

#3. Antecipe seus recebíveis

A greve dos caminhoneiros pode fazer com que você tenha que pagar por serviços emergenciais de frete, transporte e outros imprevistos.

E isso pode ser um problema se você tiver com seu fluxo de caixa no limite.

Nesse momento, para ter um pouco mais de fôlego em seu caixa, a antecipação de recebíveis pode ser uma ótima aliada para seu negócio.

Com a Rapidoo, você pode antecipar seus recebíveis totalmente online, com taxas transparentes e de qualquer lugar.

Assim, você consegue dar aquela injeção no seu capital de giro e se prevenir de problemas que possam aparecer para ameaçar o seu negócio.

Você pode preencher o seu cadastro e começar agora!

#4. Planeje e otimize entregas

Se você trabalha com entregas, a greve dos caminhoneiros complicou muito as coisas para o seu negócio.

Por isso, é importante que você planeje e otimize suas entregas levando em consideração a greve.

Suas entregas podem ser feitas por outros meios de transporte além de carros? Caso seja possível, você pode contratar entregadores que utilizam bicicletas.

Além de promover um novo tipo de serviço, você pode reduzir custos para pequenas entregas em locais próximos.

Em entregas que não sejam passíveis de transportes alternativos e outras opções, aloque o maior número de pedidos por localização possível.

Assim, você economiza combustível nas saídas e faz o maior número de entregas com seus carros.

Isso vai ajudar você a poupar um pouco de combustível e permitir que seus veículos fiquem abastecidos por mais tempo.

Use a criatividade e contorne a greve dos caminhoneiros

Quem empreende precisa se adaptar constantemente. Precisa usar a criatividade para pensar em novas alternativas e estar preparado para mudanças.

Com a greve dos caminhoneiros, mais uma vez, precisamos usar a criatividade para pensarmos em saídas para os problemas convencionais que teremos que lidar no dia-a-dia.

Por outro lado, adaptação e criatividade não fazem mágica. Lembre-se que problema é apenas aquilo que tem solução. Se algo não tem solução, logo, não é um problema.

Muitas ideias e soluções adotadas durante a greve poderão ajudar a sua empresa a economizar no longo prazo, quando implementadas definitivamente.

Portanto, não enxergue os desafios como algo ruim. São sempre, oportunidades de aprendizado e desenvolvimento para nossos negócios.

Quanto mais aprendemos, mais estamos prontos para vencer desafios e contornar quaisquer tipos de imprevistos que apareçam à nossa frente.

Utilize a greve dos caminhoneiros para aprender e sair da zona de conforto.

No final do dia, você pode ter tido valiosas lições que poderão beneficiar o seu negócio e a sua operação.

Esperamos que você seja mais forte que a greve dos caminhoneiros e consiga reverter eventuais problemas que ela tenha causado ao seu negócio.

 

Enrico Cardoso Não deixe a greve dos caminhoneiros prejudicar o seu negócio