Finanças empresariais: quando faz sentido descontar duplicatas?

Finanças empresariais: quando faz sentido descontar duplicatas?
5 (100%) 20 votes

Hoje em dia, o desconto de duplicatas, espécies de títulos executivos usados por organizações com fins lucrativos, tem se tornado uma das melhores opções para quem quer otimizar as finanças da sua empresa.

Pois, muitas vezes, você se depara com algumas dificuldades que acabam afetando o seu negócio, não é verdade? E a falta de conhecimento na gestão financeira empresarial pode prejudicar ainda mais o seu empreendimento.

Neste artigo, vamos te ajudar a entender melhor como funcionam as duplicatas descontadas, para que assim você possa ter uma tomada de decisão mais precisa. Continue lendo e confira!

Como funciona o desconto de duplicatas?

Várias empresas realizam a antecipação de duplicatas, sejam elas factorings, bancos ou até mesmo plataformas online.A instituição antecipa para você os valores a receber, cobrando algumas taxas. Quando o cliente efetuar o pagamento da duplicata, o valor recebido vai para a instituição que fez antecipação do valor para você.

Para que os títulos sejam descontados, a instituição realizará uma análise da empresa. O objetivo aqui é verificar se existe alguma restrição de crédito e também identificar se a organização em questão é inadimplente. Contudo, as empresas de factoring são mais flexíveis com restrições do que os bancos, facilitando a aprovação do seu cadastro mesmo se a sua empresa possuir alguns protestos vigentes.

 Quais são as taxas cobradas?

As taxas variam de acordo com cada instituição, porém as mais comuns são:

  • Taxa administrativa ou ad valorem: Responsável por arcar com algumas despesas de serviço, despesas bancárias e abertura de crédito;
  • Imposto sobre Operações Financeiras (IOF): Imposto incidente sobre o valor de determinada operação de crédito, como câmbio, seguro ou operações voltadas para títulos.
  • Taxa ou fator de desconto: Juros cobrados mensalmente

É muito importante que você analise cautelosamente as taxas de juros cobradas por instituição, para que o valor que você venha a receber não seja desvalorizado.

Para comparar, é preciso calcular o “custo efetivo” que a Factoring oferece — que consiste na soma de todas as taxas e custos, dividido pelo valor total do recebível. Para comparar taxas de vários prazos, é preciso dividir 30 pelo prazo em dias, e multiplicar o resultado pelo custo efetivo.

Quando faz sentido descontar duplicatas?

Essa é uma opção para empresas que precisam de um capital de giro. Geralmente, ela é utilizada por instituições que realizam a venda dos seus produtos com prazos maiores do que pagam os seus fornecedores.Se a sua empresa se encontra com problemas de débitos e pagamentos atrasados, a antecipação de duplicatas também é indicada.

A factoring pode fazer sentido para quem não tem mais crédito em banco e é uma boa alternativa para manter as contas em dia, porque sempre vai ser mais barato que multas ou dívidas de cartão de crédito, por exemplo.

Quais são as vantagens das duplicatas descontadas?

Apesar das taxas que são cobradas, a antecipação de duplicatas também possui as suas vantagens, tais como:

  • Aumentar seu capital de giro;
  • Melhorar seu fluxo de caixa;
  • Aumentar o seu poder de negociação;
  • Possibilitar uma tomada de decisão mais rápida e eficaz;

Além dos benefícios acima expostos, o maior deles é que a empresa não está pegando nada emprestado, ela está usando aquilo que já é dela.

As finanças empresariais são um assunto muito delicado. Então, para que você determine quanto vai antecipar, é necessário fazer uma projeção do seu fluxo de caixa. Com ele é possível saber se o valor que será antecipado ajudará ou não a empresa a solucionar o atual problema sem acarretar prejuízos futuros.

Agora que você já sabe como funciona o desconto de duplicatas, curta a nossa fanpage no Facebook, siga-nos no LinkedIn e fique por dentro de todas as nossas novidades!

rapidoo Finanças empresariais: quando faz sentido descontar duplicatas?