Entenda o que é e como funciona a antecipação de recebíveis

Entenda o que é e como funciona a antecipação de recebíveis
5 (100%) 12 votes

A antecipação de recebíveis é uma opção frequentemente utilizada pelos empresários. Quando há necessidade de recursos — seja para não perder uma boa oportunidade, pagar as dívidas ou garantir capital de giro, por exemplo —, essa é uma forma prática, segura e sem burocracias de conseguir financiamento.

Mas o nome ainda soa estranho para alguns empreendedores, que não a conhecem. Para saber mais, acompanhe o post de hoje!

O que é a antecipação de recebíveis?

As vendas a prazo envolvem documentos e comprovantes que garantem a negociação, certo? São eles:

  • comprovantes de vendas de cartão;
  • cheques;
  • duplicatas etc.

Eles permanecem com você, até que o pagamento se concretize. É possível, junto a instituições financeiras que oferecem o produto, antecipar os valores referentes às suas vendas, fazendo com que você tenha em seu caixa, hoje, o que só entraria em cerca de 30, 60 ou 90 dias — a depender do valor vendido.

Assim, quando o seu fluxo de caixa não está favorável e você tem compromissos a pagar antes que esse dinheiro entre em sua conta, a antecipação de recebíveis é uma opção viável e até atrativa, visto que os juros praticados são relativamente baixos e, como os prazos das duplicatas geralmente são mais curtos, acabam impactando menos o valor pago ao banco.

 

Você gostaria de gerenciar melhor os recebíveis da sua empresa?

Tenha melhor controle na gestão das suas contas à receber, saiba exatamente a data que seus clientes irão lhe pagar através do calendário de recebíveis. Utilize a antecipação de recebíveis para incrementar o fluxo de caixa da sua empresa.

Cadastro Gratuito

Onde antecipar os recebíveis de uma empresa?

Se, há algum tempo, somente bancos e factoring prestavam esse serviço, mais recentemente as adquirentes de cartões de crédito também entraram na jogada, antecipando os saldos a receber em sua própria carteira de clientes.

Além disso, hoje, com o advento das startups, há mais possibilidades para o empresário. E, como se sabe, a competitividade é benéfica para o consumidor, na medida em que os concorrentes buscam oferecer mais vantagens, a fim de captar mais clientes.

Os grandes bancos são os primeiros nomes a serem lembrados. Entretanto, por não precisarem tanto atrair clientes — já que sua força no mercado contribui para que isso aconteça normalmente —, podem oferecer condições menos atrativas, como taxas mais altas e processos mais burocráticos.

Já as startups têm por característica buscar oferecer o máximo de facilidades para o seu público-alvo: elas possuem o viés colaborativo que vem sendo favorecido pelas novas tecnologias. Além disso, há a possibilidade de atender empresas com nome sujo, empreendimentos esses que teriam dificuldades em retomar seu crédito em instituições mais tradicionais.

Como funciona a antecipação de recebíveis?

Independentemente da instituição financeira escolhida, a antecipação de recebíveis segue um processo base, que pode ter mais ou menos burocracias, dependendo de onde você a contrate.

Ao apresentar a documentação a ser recebida, a instituição a antecipa, mediante o pagamento da taxa de juros e do IOF (imposto sobre Operações Financeiras). A partir daí, fica sob os cuidados dela o recebimento do título, ou seja: o pagamento efetuado vai para ela, e não mais para você.

Nem todos os documentos ou empresas podem utilizar o serviço, visto que a instituição faz uma análise de crédito prévia, para minimizar o risco de inadimplência. Caso o seu cliente apresente restrições de crédito ou tenha algum histórico negativo, a antecipação do título dele pode ser recusada.

Qual a diferença entre as modalidades de antecipação?

Em geral, há três modalidades de antecipação, conforme falamos: duplicatas, cheques e cartão de crédito.

Os cartões têm prazo de antecipação máximo de acordo com o vencimento de cada bandeira. O ponto negativo é que além dos juros e IOF da antecipação, você já paga a assinatura do serviço (ou da máquina) e as taxas de recebimento por débito ou crédito. Isso pode tornar seu lucro muito reduzido — ou até inviável.

Já os cheques e as duplicatas constituem um compromisso de pagamento e têm prazo de desconto de até 210 ou 360 dias — o que depende da instituição. Como não envolvem tarifas (como os cartões), o peso da antecipação é menor nos lucros da empresa.

O maior risco de antecipar esses documentos é a inadimplência. Isso porque, se o cliente não honrar o compromisso, é você que paga ao banco. De toda forma, vale a pena analisar o risco e o histórico de seus clientes para antecipar somente os documentos daqueles que têm bom perfil.

Interessou-se pela antecipar os recebíveisantecipação de recebíveis? Para receber mais dicas quem pode ajudar na gestão financeira de sua empresa, assine nossa newsletter e receba sempre novos conteúdos!

rapidoo Entenda o que é e como funciona a antecipação de recebíveis